Fabricantes de PC devem se reinventar ou desistir do mercado, diz Gartner

desktop

O Gartner projeta que os fornecedores de computadores pessoais devem enfrentar uma difícil escolha e decidir entre reformular seus negócios ou deixar o mercado de PCs até 2020.

“Caso decidam continuar, devem determinar rapidamente quais mudanças precisam realizar ou quais são as alternativas para se adaptarem ao mercado atual, sobrecarregado de máquinas”, avalia a consultoria.

Tracy Tsai, vice-presidente de pesquisas do Gartner, observa que o modelo de negócios de PCs que tradicionalmente conhecemos está enfraquecido.

Segundo a especialista, a forma tradicional de conquistar market share por meio de preços competitivos para estimular a demanda simplesmente não funcionará para o mercado de computadores nos próximos cinco anos.

“Os atuais fabricantes precisam se ajustar às novas realidades que estão moldando o consumo, como o fato de que os usuários estão estendendo a vida útil dos computadores até o fim, os aplicativos de negócios e o armazenamento estão sendo transferidos para a nuvem e o desempenho dos PCs deixa de ser tão importante”, diz.

Fonte: Computerworld